DIFERENÇA ENTRE FITOTERAPIA E PLANTAS MEDICINAIS

Muito confundidas entre os leigos, a diferença entre as duas práticas está no isolamento do princípio ativo das plantas com propriedades curativas

Hoje em dia, é bem comum as pessoas procurarem métodos complementares para uma melhor saúde e qualidade de vida. Esta procura. em alguns casos, pode levar à algumas dúvidas pertinentes. Ex: Qual a diferença entre fitoterapia e plantas medicinais? Você sabe?

Saiba então, que, a fitoterapia trata de uma técnica específica de fabricação de medicamentos que não pode ser confundida com  plantas medicinais devido à forma como cada uma utiliza os recursos da natureza.

Enquanto uma procura o seu uso popular através de chás, folhas secas ou pó de plantas, a outra opta por extrair o seu máximo potencial  utilizando recursos laboratoriais.

Foto com produtos fitoterápicos e planta medicinal

O QUE SÃO PLANTAS MEDICINAIS

As plantas medicinais são caracterizadas pela sua capacidade comprovada de cura e alívio de sintomas de doenças. Elas costumam ser pouco manipuladas, e não passam por processos de extração. São plantas de uso popular que puderam ser estudadas e aprovadas para o consumo através de instituições competentes e órgãos governamentais.

Gosta muito de massagem? Então curta!

Estas plantas podem ser vendidas através de embalagens simples onde não há especificações de uso ou indicações terapêuticas,além do nome científico da própria planta. Elas podem ser comercializadas somente por farmácias e herbanários. O produto final não é industrializado.

Podem ser considerados plantas medicinais, folhas secas de plantas usadas para fazer chás, florais, própolis e homeopáticos.

O QUE É FITOTERAPIA

A fitoterapia utiliza as plantas medicinais para a extração de tintura, essência real, óleo, cera ou suco, e as transforma em produtos industrializados por meio de laboratórios especializados.

Este processo consiste em refinar as plantas com propriedades medicinais e eliminar agrotóxicos ou substâncias que poderiam causar mal à saúde das pessoas de maneira indireta. Trata-se de uma técnica de fabricação que também acaba por potencializar os efeitos benéficos da planta, onde o seu princípio ativo pode ser isolado e aproveitado de maneira mais específica para o tratamento de doenças.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE FITOTERAPIA E PLANTAS MEDICINAIS

A diferença entre a fitoterapia e plantas medicinais, portanto, está no isolamento do princípio ativo das plantas com propriedades curativas conhecidas como plantas medicinais, e, o uso destas plantas em forma de chás, sucos, florais, emplastros ou diluições, que configuram o método caseiro.

O método de fitoterapia no Brasil é regulado pela ANVISA.

VOCÊ CONHECIA ESTA DIFERENÇA? COMENTE!

DIFERENÇA ENTRE FITOTERAPIA E PLANTAS MEDICINAIS
5 (100%) 1 vote

Gostou? Recomende esse artigo para seus amigos!

Um comentário em DIFERENÇA ENTRE FITOTERAPIA E PLANTAS MEDICINAIS

  1. Márcia Ribeiro disse:

    Sou naturalista e adoro essas coisas naturais faço todas as receitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *