QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DA AROMATERAPIA?

A aromaterapia trata de problemas físicos e mentais através do aroma produzido por óleos essenciais de flores e plantas, mas mesmo se tratando de uma terapia natural, existem contraindicações.

Os tratamentos naturais também possuem contraindicação, e com a aromaterapia também não é diferente.

Alguns tipos de aromas podem provocar aceleração dos batimentos cardíacos em pessoas que sofrem de pressão alta, e também afetam bebês e crianças, caso a manipulação e a forma de uso sejam inadequadas.

Pessoas com histórico de problemas respiratórios, alergias, problemas cardíacos, mulheres grávidas, e crianças ou bebês, precisam de consentimento médico para o uso de terapias naturais.

Mesmo com tantos benefícios da terapia por aromas, iremos mostrar neste artigo algumas contraindicações da aromaterapia. Confira!

Mulher usando óleos essenciais

Gosta muito de massagem? Então curta!

CONTRAINDICAÇÕES DA AROMATERAPIA PARA A PELE

Alguns tipos de óleos essenciais podem causar queimaduras leves na pele que se tornam manchas ou podem causar alergias, por isso a sua manipulação deve ser cuidadosa e adequada. Aquelas que mais causam este tipo problema são as essências de limão, laranja, tangerina e de outras frutas ácidas.

Seus óleos essenciais causam um efeito conhecido como fotoxidade, o que significa que a sua exposição ao sol causa queimaduras sobre a pele.

CONTRAINDICAÇÕES DA AROMATERAPIA NA GRAVIDEZ

Os óleos essenciais naturais são 100% puros e a sua concentração é bastante alta, portanto seus efeitos são muito poderosos, e podem fazer com que a mulher grávida ou o bebê, reajam mal à sua exposição, principalmente durante os 3 primeiros meses de gestação.

Quando a mulher engravida o seu olfato se torna muito mais apurado, um mecanismo de defesa natural do próprio estado para uma maior proteção do feto. Portanto, é preciso prevenir o contato com aromas de óleos essenciais que aceleram o metabolismo e as batidas do coração, como gengibre, canela, cravo, hortelã-pimenta e outros.

CONTRAINDICAÇÕES DA AROMATERAPIA PARA HIPERTENSOS E EPILÉTICOS

Os hipertensos podem sofrer com sintomas de aceleração sobre as batidas do coração se expostos a aromas de canela, alecrim, gengibre e outros. Enquanto os epiléticos podem sofrer com um aumento no número de convulsões diárias.

Alguns testes com animais comprovaram que as convulsões aumentam conforme o uso de óleos essenciais naturais providos de diferentes tipos de sálvia.

Veja também: Indicações da aromaterapia

CONCLUSÃO

Para evitar qualquer problema, convém sempre se consultar um terapeuta qualificado para garantir o sucesso do tratamento, pois como bem vimos, até a aromaterapia possui contraindicações, mesmo sendo uma terapia que serve para promover saúde e qualidade de vida.

QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DA AROMATERAPIA?
3.67 (73.33%) 3 votes

Gostou? Recomende esse artigo para seus amigos!

5 Comentários em QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DA AROMATERAPIA?

  1. carmem sílvia franzin janoski disse:

    SOU ESTUDANTE DE MASSOTERAPIA,INCLUINDO AROMATERAPIA AGRADEÇO AO SITE POR DISPOR DE INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS E ATUALIZADAS. GOSTARIA DE SABER QUAIS AS CONTRA INDICAÇÕES E INDICAÇÕES DOS ÓLEOS ESSENCIAIS : CAMOMILA, GRAPEFRUIT E LAVANDA.
    OBRIGADA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *