RESUMO DO PRIMEIRO DIA DO CONGRESSO DE SAÚDE E ESTÉTICA INTEGRATIVA

Confira o que de melhor aconteceu no primeiro dia do Congresso

Segunda feira, 27 de maio e São Paulo não poderia estar mais “São Paulo” do que nunca. Trânsito, chuva, friozinho, horizonte cinza… Não poderia ser diferente!

08h30 e podemos perceber o entusiasmo no rosto dos organizadores e público presentes no 1º Congresso de Saúde e Estética Integrativa.
Música ambiente agradável para que todos os presentes no local já possam entrar no clima do evento.

Antes de iniciarmos as palestras do dia, assistimos um vídeo de apresentação: Você está fazendo parte do evento que vai mudar a forma como vemos a saúde e estética!
O vídeo já demonstrava bem o que teríamos neste dia!

09h40 – Integração, Integridade, Perfeição: O principio da cura nas espiritualidades ancestrais – Cláudio Crow

Cláudio iniciou a palestra dizendo que tem uma sina de participar de eventos pioneiros e gosta de quebrar paradigmas e iniciar eventos que irão fomentar a integração de ideias voltadas a saúde.

Segundo o palestrante, é importante desmistificar nossa visão ocidental de cura como antônimo de doença.
“o ideal é que tenhamos a visão oriental e foquemos a cura no sentido de cuidado da saúde”. Comenta Cláudio.

Gosta muito de massagem? Então curta!

O palestrante continuou dizendo que é necessário acabarmos com a visão de corpo perfeito projetadas por capas de revista ou modelos de estética.

“O corpo, mente e espirito devem ser trabalhados em conjunto, mas para que possamos trabalhar isto em nosso cliente, o terapeuta precisa primeiro trabalhar em si próprio todas estas áreas”, ressalta Cláudio.

Palestrante Claudio Crow

10h20 – Espiritualidade Feminina e cura integral para as mulheres – Palestrante: Patrícia Fox

Segundo Patrícia, Espiritualidade feminina é o resgate das qualidades femininas na sociedade.
Espiritualidade feminina tem a ver com o contato com nossa inspiração e o nosso eu interior“, completa Patricia.

A filosofa ressalta que nossa sociedade atual dá muito valor para aparência e tenta ditar o que é “bonito” e citou uma frase marcante de sua mãe que nos faz refletir sobre isto: “Por fora bela viola e por dentro pão bolorento”.
Ainda segundo Patrícia, o que é ideal ou perfeito fora de nós não pode ser definido pela sociedade, pois a diversidade é fundamental para a riqueza da vida.
“É só pensar em um jardim. É muito bonito, pois há a diversidade de espécies”, finalizou Patrícia.

Palestrante Patrícia Fox

11h30 – Atividade – Como potencializar a hidratação cutânea facial na cabine de estética – Palestrante: Maria de Fátima Lima Pereira

Maria de Fátima iniciou sua apresentação da seguinte forma:
“Arrisco-me a dizer que as terapias vieram bem antes da medicina.
Não gosto muito do termo terapias alternativas ou complementares, pois todas atuam em conjunto.”

“É muito pouca a atenção que damos ao autocuidado.”
A palestrante perguntou quem recebia pelo menos 1x por semana uma massagem relaxante e pouquíssimas pessoas levantaram a mão.
“Não estamos dando a devida atenção ética para nós e nem aos nossos clientes”. Ressaltou Fátima.

“Por que há a sala não está cheia?” Perguntou a palestrante a todos os presentes.
“Porque o profissional da saúde e bem estar não investe em eventos e informações atualizadas. Ele acredita erroneamente que poderá conseguir todas as informações através da internet”. Completa Fátima.

A palestrante agraciou a todos os presentes com uma demonstração de hidratação facial. Fomos privilegiados com muitas informações práticas aliadas com seu bom humor, hora cantarolando “Como é grande o meu amor por você” de Roberto Carlos, hora brincando com a modelo que recebia a massagem facial.

“Ter prazer em fazer bem feito”
Como eu faço com o que meu ganho seja o ponto final do meu negócio?
Estou participando de eventos, congressos, estou em busca de novidades?
Tenho algo novo para dar ao meu cliente?

Maria de Fátima ainda cita a tão famosa frase: “Quem cuida, ama!” de Roberto Shinyashiki e finaliza sua participação com uma frase de efeito:
“Talento é aquilo que você faz que os outros acham que você faz melhor que os outros”.

Palestrante Maria de Fátima Lima Pereira

12h20 debate: O mercado atual do profissional que trabalha com saúde e bem estar – Ponto de vista de instituições e ensino, empresários e profissionais

Participantes:
Daniel Maurício de Oliveira Rodrigues (Unisul)
Rui Miadaira (Olimpia Spa)
Tatiana Matsuda (Olimpia Spa)
Silvia Mussolini (Senac)
Jayme Santos (Buddha Spa)
Adriana Mascaretti (Moderadora)

Neste debate tivemos diversas abordagens sobre o mercado e a profissionalização dos profissionais de estética e bem estar em geral.

Ao ser questionada sobre o perfil do atual profissional de estética, Silvia Mussonilini foi muito feliz em dizer que nenhum profissional atua mais sozinho.
“É importante a integração e flexibilidade para o profissional da estética trabalhar com outros profissionais.
Não basta apenas uma formação técnica e sim uma postura ética, flexiva, engajada, participar de eventos, participar de cursos, estar sempre atrás de novidades e ter muito amor ao que se faz.
É fundamental a formação associada à atitude e postura em busca da excelência”. Complementa Silvia.

No que diz respeito à gestão de negócios, Rui Miadaira enfatiza que o profissional precisa entender que existe a fase certa para cada ciclo profissional.
Ainda segundo Rui, ele acredita que os profissionais devem buscar o aprendizado nos seus primeiros 5 anos de mercado.

Segundo Tatiana Matsuda, falta um pouco da visão do aluno entender que o que foi passado na instituição é o mínimo de conhecimento para atuar na área. Cabe a ele depois da formação procurar eventos, congressos, cursos etc, pois ele não está totalmente pronto somente com as informações que a escola de ensino dá.
Jayme Santos completa dizendo que sente a falta de estágios em todos os cursos voltados ao bem estar e que há grande lacuna entre a formação e o momento em que o profissional irá atuar no mercado.

Para Daniel Maurício de Oliveira Rodrigues “cada vez mais se sabe sobre menos” quando questionado sobre profissionais que estão atuando em diversos segmentos.
Segundo Daniel, é importante entendermos o todo para identificarmos nossas limitações.

“A formação do profissional não é apenas assistir aula e sim uma educação continuada através de congressos, eventos, cursos, etc”, completa Daniel.

Para Silvia Mussolini, os alunos estão muito imediatistas, pois estão fazendo o curso já se preocupando com quanto vão ganhar, onde irão trabalhar, se vão montar espaço, etc.
Esta visão é muito “enforcadora”, acaba virando uma angústia desnecessária.

Ainda segundo Silvia, educações institucionais e empresas têm sua parcela de responsabilidade na formação, porém é imprescindível a postura do profissional.
“É necessário que ele tenha esse interesse na busca pelo conhecimento… Após o diploma ele está apenas iniciando um novo ciclo”.

Quando questionado sobre o porquê muitas clínicas e spas têm uma vida média muito curta (cerca de 5 anos), Jayme Santos foi categórico ao dizer que em primeiro lugar, esta “vida curta” se dá pelo fato de que, normalmente, quem abre clínicas e spas não são pessoas do ramo e sim pessoas que estão procurando algum negócio para sua esposa (o), filha (o), etc.
Tanto Jayme Santos, quanto Rui Miadaira chegaram a um consenso que o segundo fator que faz com que clinicas e spas tenham uma duração curta é devido a falta de cultura dos brasileiros.
Segundo Rui, “os brasileiros não veem a massagem como forma de prevenção de doenças e promoção da saúde”.
Rui completa dizendo que esta falta de cultura pode ser comparada com a pessoa que toda semana vai até a manicure. Ela já criou o hábito de toda a semana cuidar das unhas.

Debate: O mercado atual do profissional que trabalha com saúde e bem estar

14h45 TOC – Obsessão com o corpo perfeito – Waldemar Magaldi

Segundo Waldemar, direta ou indiretamente, a sociedade contemporânea valoriza o excesso, por isso vemos este exagero de músculos ou deficiência de peso nas pessoas.

Waldemar ressaltou ainda que hoje em dia, os sinais do envelhecimento são vistos como algo ruim e que cuidar do corpo não é congelá-lo.

“O corpo é um grande produtor de linguagem simbólica.
O corpo manifesta a dor que a alma carrega.
Não dá para desintegrar o corpo da alma e do espírito”, completa.

Palestrante Waldemar Magaldi

15h00 Aplicação de técnicas da Cosmiatria – Rita Taborda

Momento internacional do Congresso! A palestrante argentina Rita Taborda abordou diversas questões sobre cosmiatria que estuda a parte estética da dermatologia.

Palestrante Rita Taborda

15h35 Princípios básicos para gerenciar uma empresa de estética (marketing e finanças) – João Paulo Gomes

O palestrante João iniciou sua apresentação com uma pergunta muito interessante:
Quem é seu cliente?

João frisou muito a importância de nos aprofundarmos no estudo do negócio antes de iniciarmos qualquer projeto.
“Perca mais tempo na análise do negócio, pois a análise profunda minimiza os riscos”, completou.

Ao finalizar sua palestra, João frisou que quem trabalha com serviços, deve aprender a mimar seu cliente, deve saber qual é sua música preferida, como gosta de ser abordado, tudo isto para fidelizar seu cliente.

Palestrante João Paulo Gomes

16h15 Alimentação com base na ayurveda – Ana Carolina Sá Prado de Alencar

Ana Carolina frisou que metabolizamos o ambiente junto com os alimentos.
Segundo a Ayurveda, todos os problemas começam com o alimento mal digerido.

O ponto principal de sua palestra foi quando citou que “Descobrir seu doscha é uma oportunidade para entender melhor a sua individualidade.
Ao se familiarizar com sua natureza, você aprende a se manter em harmonia conquistando uma vida equilibrada.
Até mesmo na massagem, se não tratar em cima do biótipo, não é Ayurveda”, finaliza Ana carolina.

Palestrante Ana Carolina Sá Prado de Alencar

16h45 Conhecendo o perfil do homem e da mulher que procuram serviços da área da beleza e bem estar – Letícia Valim

Letícia iniciou sua apresentação com uma pergunta bem profunda:
“Será que estamos preparados para entender a necessidade do cliente que chega até nós?”

Segundo Letícia, por mais que o foco em um só tipo de público (masculino ou feminino) é uma tendência, não podemos desprezar os 2 públicos. Portanto, a sacada é ter um espaço onde consiga receber homens e mulheres respeitando suas individualidades.

Palestrante Letícia Valim

17h45 Debate: Integração de disciplinas em saúde e bem estar. Florais, estética, acupuntura e meditação

Participantes:
Dr Ademir Carvalho Leite Júnior (meditação)
Rosires Fernandes Pires (acupuntura)
Miriam Tsugawa (moderadora)
Maria Aparecida das Neves (florais)
Arlete Esteves (estética)

Neste debate para finalizar o primeiro dia do Congresso, todos os participantes foram unânimes em ressaltar que é importante nos vermos no outro.
“Antes de pensar em seu cliente, pense em você como terapeuta. A gente só dá aquilo que temos”, relata Rosires Fernandes.

O Dr Ademir finalizou o primeiro dia do congresso com uma mensagem que vale também para todos nossos leitores: “O congresso serve para ser uma “sementinha” em todos os presentes para procurarem mais conhecimento sobre o mercado”.

Debate: Integração de disciplinas em saúde e bem estar. Florais, estética, acupuntura e meditação

CONCLUSÃO

Todos os presentes saíram deste primeiro dia do 1º Congresso de Saúde e Estética Integrativa muito animados e satisfeitos com as informações e conhecimentos transmitidos nas palestras. Dentro da Van, durante o deslocamento do local do evento até a estação Lapa, era possível sentir e perceber o entusiasmo de alguns participantes em praticar os conhecimentos transmitidos no evento em seu próprio negócio e ansiosos pelo dia seguinte do Congresso. Clique aqui e acesse o resumo do segundo dia do Congresso.

Avalie este artigo!

Gostou? Recomende esse artigo para seus amigos!

Um comentário em RESUMO DO PRIMEIRO DIA DO CONGRESSO DE SAÚDE E ESTÉTICA INTEGRATIVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *